Biblioteca Rancho na Ponta Negra, Paraty

As bibliotecas podem nascer em todo o lado, as estantes dos livros podem ser árvores, nuvens e até barcos!
Que ideia maravilhosa pensarmos que podemos encontrar livros dentro de barcos a navegar pelos mares…mais de sete, de certeza! Enquanto estive no Brasil tive a sorte de me cruzar com estes barcos que moram na praia da Ponta Negra, muito perto da cidade de Paraty. A ideia nasceu no coração de dois professores primários que já deram aulas naquela comunidade de pescadores; o Cláudio e o Carlos. E foi assim que nasceu a Biblioteca Rancho (rancho: espaço onde são guardadas redes e canoas). Esta ideia ganhou o concurso Escola de Leitores 2010 do Instituto C&A e por isso teve a segunda edição este ano, apoiada pela Associação Cairuçu. Durante alguns dias em Julho, toda a comunidade teve acesso a uma criteriosa selecção de livros, sessões de contação, mediação, encontros com escritores e ilustradores, oficinas, cinema, música e danças de ciranda. Foi um prazer para mim ter participado com o projecto Encontros na edição deste ano. Durante o período da biblioteca na praia, um grupo de crianças caiçara criou o seu livro com a sua história. Obrigada a todos pelo empenho e inspiração!



One Response to “Biblioteca Rancho na Ponta Negra, Paraty”

  1. Tiago Pina diz:

    É no Mar que podemos encontrar um conjunto de boas pessoas. Quem o ama e respeita tem inúmeras histórias para contar. É bom saber que navegas à procura dessas boas histórias.

Leave a Reply