BIO

Margarida se fosse um animal seria de certeza marinho, para poder estar sempre em movimento, mas como nasceu com duas pernas e duas mãos movimenta-se pela terra em passo acelerado, de mãos livres, quase sempre com uma mochila onde guarda a sua casa. Acredita que há histórias a nascer por cada respiração que é dada ao mundo. Dai a urgência! Gosta de as descobrir com as mãos ligadas ao coração. Às vezes são palavras que se transformam em imagens e vice-versa, outra vezes não… Quando caminha experimenta o tempo, aquele que só acontece quando estamos juntos. Algumas destas experiências tornam-se visíveis através de livros… outras não. Gostaria de guardar nos olhos o brilho intenso de cada descoberta, para quando fosse velhinha, pudesse iluminar quem sabe… outros caminhos!

Licenciada em Arquitectura e Mestre em Design e Sequential Illustration, desde 2005 que publica livros para a infância onde constrói as palavras e as imagens dessas casas/livros. Margarida acredita no compromisso entre arte, educação e mundo social, por isso desenvolve experiências educativas com várias comunidades em vários contextos; cria e realiza projetos artístico-educativos em bibliotecas, escolas, centros culturais e sociais, museus, largos e praças públicas. Se tivesse que nomear o faz diariamente diria: arte-educadora. Desde 2009 que trabalha em parceria com várias instituições e ONGs em projetos de intervenção comunitária através da arte; em Moçambique, no Brasil, na Índia e em Timor-Leste. A partir destas experiências desenvolveu com o Mário Rainha Campos o projeto ENCONTROS e a coleção de livros POKA POKANI. É uma das candidatas ao Prémio ALMA – Astrid Lindgren Memorial Award 2015, como promotora da leitura com o seu projeto ENCONTROS.